Gestação e exercícios
19/03/2009 - Malhar antes, durante e depois da gestação é a melhor forma de manter o corpo e cuidar da saúde. Especialista explica que a prática de exercícios durante a gravidez só apresenta benefícios para a mãe e o bebê...

Gestação e exercícios

MALHAR ANTES, DURANTE E DEPOIS DA GESTAÇÃO É A MELHOR FORMA DE MANTER O CORPO E CUIDAR DA SAÚDE


Especialista explica que a prática de exercícios durante a gravidez apresenta benefícios para a mãe e o bebê.


Em tempo de grandes investimentos na imagem pessoal, a gestação pode gerar ansiedade em algumas mulheres, especialmente naquelas que rotineiramente travam uma batalha com a balança. Com o nascimento do bebê, são deixados de 5 a 6 quilos para trás, mas os demais vão demandar alguns cuidados para desaparecer. “Nesse aspecto, sempre largam na frente aquelas que mantiveram uma rotina de atividade física durante a gravidez”, ressalta Ana Cléia Fonseca, professora da Contours, rede de academias para mulheres.


Deu Positivo - Logo após a confirmação, a gestante deve consultar o médico assistente para verificar se pode realizar exercícios e que modalidades são indicadas para o seu caso. “Mesmo aquelas que já mantêm a prática regular devem ouvir seu obstetra”, complementa Ana Cléia. Uma vez liberados, os exercícios devem ser monitorados por um profissional de educação física, especialmente no primeiro trimestre da gravidez.


Usualmente são indicados 30 minutos de atividades, 5 vezes por semana. Os benefícios ultrapassam a manutenção do peso saudável: “Mulheres que se exercitam tendem a ter um melhor trabalho de parto. Além disso, o exercício melhora a circulação; reduz os riscos de diabetes gestacional, complicações obstétricas e trabalho de parto prematuro; e diminui a sensação de fadiga”, destaca a professora de educação física. Completam o rol de vantagens a melhora na auto-estima e redução da ansiedade – típica dessa fase feminina.


É importante que a cliente informe à academia e ao instrutor que está grávida. “Na Contours, elas participam do circuito, que engloba atividades aeróbica e de musculação. Contudo, os exercícios são adaptados e cada
cliente é acompanhada de perto”, descreve Ana Cléia. A academia orienta ainda que as grávidas busquem orientação nutricional. “Essa dobradinha é imbatível para quem quer viver a gravidez de maneira saudável”, explica a professora.


Após o nascimento do bebê, o retorno à academia é muito importante para a correção da flacidez abdominal e do contorno do corpo, mas requer liberação médica. Normalmente ocorre em duas semanas após o parto normal e em seis semanas quando a paciente é submetida à cesariana. Seja qual for o procedimento, quanto antes a atividade física for retomada, mais rápida será a resposta.

Carla Furtado
AthenaPress | Unidade do Grupo Athena
athenapress@grupoathena.com.br
(61) 3326 2066