Nutricosméticos
13/10/2010 - Nutricosméticos são suplementos dietéticos compostos por vitaminas, minerais, aminoácidos, compostos por bioativos e extratos de plantas, isolados ou combinados

Nutricosméticos

Nutricosméticos

O verão vem chegando e com ele vem junto a preocupação com a aparência física. Quem não deseja estar em forma, com uma pele saudável e cabelos bonitos para arrasar na nova estação? Um dos novos aliados para aqueles que desejam alcançar a estética tão desejada são os nutricosméticos.

Os nutricosméticos são produtos que agem para melhorar a parte estética do organismo. São suplementos dietéticos compostos por vitaminas, minerais, aminoácidos, compostos por bioativos e extratos de plantas, isolados ou combinados, que melhoram a pele, cabelo, unhas, além de proporcionar o emagrecimento.

São inúmeras as funções dos nutricosméticos. Por exemplo, as vitaminas E, C e compostos bioativos funcionam como antioxidantes combatendo os radicais livres - grandes vilões do envelhecimento precoce. Vitaminas do complexo B e coenzimas são substâncias desintoxicantes celulares. Alguns extratos de plantas auxiliam no emagrecimento e outros na prevenção e tratamento de manchas de pele. Aminoácidos são substratos para a produção de colágeno. Já os ácidos graxos são constituintes da membrana celular que mantém a integridade das membranas combatendo o envelhecimento precoce.

A precursora mundial dos nutricosméticos foi a empresa francesa Oenobiol, que surgiu em 1985 e tem como seu maior sucesso o Oneobiol Solaire, que prepara a pele para tomar sol, ativando e prolongando seu bronzeado. De acordo com Claudia Torquato, diretora técnica da OligoFlora Franchising e  nutricionista funcional, os nutricosméticos são uma nova arma a serviço da beleza e do bem estar. “É uma maneira de suplementar nutrientes que poderíamos encontrar na alimentação, mas que, na correria do dia a dia, não suprimos o aporte necessário destes nutrientes para fins estéticos”, afirma Claudia.

Os nutricosméticos são indicados quando não é possível alcançar as recomendações de nutrientes necessárias para se obter êxito na beleza e saúde apenas com a alimentação. Hoje a maioria das pessoas não consome a quantidade de nutrientes suficientes por dia. “Existem nutricosméticos específicos para exercer determinadas funções no organismo. O nutricosmético pode ter uma ou mais funções: desintoxicar, melhorar aspecto e saúde dos cabelos, unhas, pele, fotoproteger ou eliminar gorduras”, garante Claudia.

Porém, para se obter o efeito desejado, é necessário aliar à utilização dos produtos a uma alimentação balanceada e hábitos de vida saudáveis, como: não fumar, praticar atividade física, cumprir os cuidados para o funcionamento diário do intestino, pois só assim as substâncias dos nutricosméticos poderão exercer funções específicas esperadas. Por exemplo: se suplementarmos antioxidantes em pessoas com intestino preso, que retêm toxinas, o efeito desta suplementação será inferior ao esperado. Da mesma maneira, o uso de nutricosmético para unha e cabelo sem auxilio da boa alimentação, pode direcionar os nutrientes desta suplementação para outras funções do organismo e não necessariamente para o fim esperado.

Claudia ressalta que dependendo do nutriente presente, a utilização de nutricosméticos em pessoas que não possuem hábitos saudáveis, como por exemplo, que fazem consumo bebida alcoólica pode tanto auxiliar o fígado a desintoxicar do álcool como também interagir com ele causando efeito negativo.

No início, os nutricosméticos eram vendidos apenas em cápsulas. Agora já podemos encontrá-los em forma de bebida e comida, um atrativo que dá nova roupagem aos ativos que antes passavam a ideia de remédios. “A apresentação dos ativos nas bases alimentares contribuem com o conceito de que é possível emagrecer, ter uma pele saudável, cabelos e unhas bonitas sem precisar fazer grandes sacrifícios”, conclui Claudia.

A Danone lançou o Essensis na França e na Espanha, um iogurte com polifenóis de chá verde e vitamina E. A Parmalat lançou na Itália o iogurte Jeunesse, com vitamina E e coenzima Q10, para combater o envelhecimento das células. Nos Estados Unidos, a Coca-Cola fez uma parceria com a L’Oréal para criar o Lumae, um chá pronto para beber com ingredientes que auxiliam no cuidado da pele e o Enviga, refrigerante à base de chá verde. A água Antioxidant Water Booster, da linha Dr. Brandt Skincare, contém extratos de semente de uva, chá verde e chá branco e oferece recuperação de danos causados à pele pelos radicais livres.   

Aqui no Brasil, a Oligoflora, franquia que trabalha com beleza, saúde e bem-estar, acaba de lançar seu trabalho com nutricosméticos manipulados sob prescrição de nutricionista, onde o cliente pode escolher as bases sorvete, frozen e gelatina para emagrecer, fotoprogeter e combater envelhecimento precoce.

O mercado mundial de nutricosméticos vem crescendo a cada ano. Apenas o europeu já movimenta 3 bilhões de euros e no mundo inteiro são consumidas 1,5 milhões de unidades por ano. A nutricosmética está dentro dos padrões de visão do futuro nas áreas de nutrição, que trabalha o conceito de que a beleza começa de dentro e suas bases alimentares reforçam o conceito de que é possível ficar bonita comendo de tudo. 

Toque Feminino
redacao@toquefeminino.com.br