O Homem de sua Vida
26/05/2008 - O homem da vida de uma mulher tem que se encaixar em um perfíl que ela mesma cria. Esse perfil contém duas partes, as chamadas características principais e características acessórias...

O Homem de sua Vida

   A todo momento ouve-se que "fulano é o homem da minha vida", mas esta mesma pessoa que pronunciou estas palavras, posteriormente, pronuncia "ele foi um erro, eu me enganei" ou pior, "ele me enganou".

   O problema aqui não são os homens, mas a precipitação da mulher em considerar o fulano como o homem de sua vida. Não se deve criar expectativas quanto a um homem, deve-se sim ver, de antemão, se ele se encaixa no perfil de homem de sua vida. Para tanto, as mulheres devem se peguntar o que é o homem de sua vida.

   O homem da vida de uma mulher tem que se encaixar em um perfíl que ela mesma cria. Esse perfil contém duas partes, as chamadas características principais e características acessórias.

   As características acessórias são aquelas que um homem pode ter, mas como não é fundamental, o homem poderá não tê-la. Já as principais, ao contrário, deve tê-las, sob pena de ser excluído da lista de pretendentes.

   Assim, para se ter um perfíl, basta pegar um papel, dividi-lo em dois com uma linha, e, de um lado, escrever CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS, e de outro lado, CARACTERÍSTICAS ACESSÓRIAS. Depois, enumerar, na parte das principais, em ordem decrescente de maior importância para o de menos importância. Após, o mesmo deve ser feito com as Características Acessórias. (ver quadro abaixo).



   Não há pretensão de indicar quais são as características do que seja principal. Contudo, uma característica tem indicação de ser principal: saber amá-la. Isto porque um homem que não é capaz de amá-la, não poderá ser o homem de sua vida. Ele deve ser excluído da lista de pretendentes.

   Nós, humanos, precisamos de amor em todas as formas; materno, paterno, fraterno, amor de amigos e conjugal. Portanto, faz-se necessário que o homem que a mulher considera como sendo de sua vida, deve amá-la.

   Há um conto em que consiste na história de um indivíduo que sempre perdia o trêm por apenas 5 minutos de atraso. Esse indivíduo, todos os dias, programava-se a pegar o trêm das 19 horas. Sempre saía com antecedência de pelo menos 2 horas para não perder o trêm. Contudo, no caminho, ele parava para conversar com o padeiro, para olhar a loja de doces, para ler os jornais, enfim, sempre parava para fazer algo. E, por esta razão, quando chegava na estação, o trêm havia partido há 5 minutros atrás. Toda vez se lamentava e dizia que amanhã ele conseguiria. Dia após dia a história se repetia.

   O conto faz o paralelo entre trêm e as oportunidades da vida, demonstrando que quando não há objetividade na vida, perde-se as oportunidades, até mesmo porque não se sabe, ao certo, o que quer, se é de fato pegar o trêm ou realizar outras coisas.

   Nesse sentido, quando se faz o perfil do homem de sua vida, estará sendo definido o que se quer, estará agindo de forma objetiva para que quando o homem que se encaixe no seu perfil passe por você, você poderá enxergá-lo e não perder a oportunidade.

   Enfim, tendo o perfil pronto, basta esperar o trêm passar. Confie, ele existe. Para confirmar isto, há um ditado popular que diz, "não há um pé torto que não tenha um chinelo velho que sirva", ou como costumo dizer, que toda panela tem uma tampa que sirva, então procure sua tampa.


Drika Cordeiro
Consultora em relacionamentos
drikacordeiro@gmail.com